Comparação entre conteúdos gerados pelo utilizador e conteúdos gerados por IA

Explore as principais diferenças entre os conteúdos gerados pelo utilizador e os gerados por IA na nossa comparação abrangente,

AI generated content vs user-generated content

Embora parecesse algo que viria num futuro distante, parece que avançámos rapidamente no tempo para um ponto em que a Inteligência Artificial (IA) passou a fazer parte do nosso quotidiano.

É provável que esteja a fazer perguntas diárias ao ChatGPT (uma das ferramentas de escrita com IA mais populares). Quer sejam perguntas simples como "Como vai estar o tempo na próxima semana?" ou algo profissional como "Escreva-me um post no LinkedIn sobre as vantagens do trabalho remoto", todos nós fizemos do ChatGPT o nosso melhor amigo.

Se utilizar conteúdos gerados pelos utilizadores (UGC) no seu marketing, é certamente tentado a gerar conteúdos mais rapidamente com IA e a substituir pelo menos alguns deles.

Se ainda não sabe como o fazer, estamos aqui para o ajudar.

Neste artigo, comparamos os conteúdos gerados pelo utilizador com a criação de conteúdos com IA. Examinaremos as vantagens e os desafios de ambas as abordagens e forneceremos recomendações sobre quando é mais adequado utilizar cada abordagem.

Sobre os conteúdos gerados pelo utilizador (UGC)

Os conteúdos gerados pelo utilizador (UGC) referem-se a qualquer forma de conteúdo digital criado, partilhado ou contribuído por indivíduos ou utilizadores, e não por empresas ou criadores de conteúdos profissionais. Este tipo de conteúdo abrange uma vasta gama de formatos, incluindo texto, imagens, vídeos, áudio, críticas, comentários e publicações nas redes sociais. O UGC caracteriza-se normalmente pela sua autenticidade, uma vez que representa as opiniões, experiências e perspectivas genuínas de pessoas reais.

Significado de UGC

As empresas recolhem conteúdos gerados pelos utilizadores a partir de muitos canais diferentes. Pode provir de blogues, fóruns, sítios Web, redes sociais, etc. Eis alguns exemplos de UGC:

  • Uma publicação no blogue
  • Uma publicação no Instagram
  • Uma mensagem do Reddit
  • Uma mensagem no fórum
  • Um vídeo do YouTube
  • Um tweet
  • Um comentário no Facebook

A principal caraterística distintiva do UGC é o facto de ser gerado pelos utilizadores e não pelas plataformas ou pelos seus proprietários.

UGC example from Daniel Wellington

Uma vez que os utilizadores têm um maior sentido de propriedade sobre o seu próprio conteúdo, o CGU pode, portanto, ser uma ferramenta valiosa para promover a comunidade e o envolvimento num sítio.

O UGC também pode oferecer informações perspicazes sobre o comportamento e as preferências dos utilizadores, que podem ser aproveitadas para melhorar os bens e serviços.

Vantagens dos conteúdos gerados pelos utilizadores

Os conteúdos gerados pelos utilizadores (UGC) podem beneficiar as marcas de várias formas, especialmente quando se trata de ganhar prova social e estabelecer confiança.

Eis algumas das maiores vantagens dos conteúdos gerados pelos utilizadores em relação aos conteúdos gerados por IA:

  1. Conteúdos mais autênticos: O CGU pode ser mais fiável e relacionável do que o conteúdo gerado por IA, porque provém de pessoas reais com experiências reais. Os consumidores podem, por conseguinte, considerar o CGU mais fiável e digno de confiança e estar mais inclinados a acreditar nas afirmações contidas nas avaliações de produtos, por exemplo.
  2. É gratuito (ou pelo menos económico): O UGC é um método económico de criação de conteúdos. Quando comparado com o preço da criação e produção de conteúdo de marca, é criado pelos utilizadores gratuitamente, o que pode resultar em poupanças financeiras significativas. Este método é especialmente eficaz para pequenas empresas ou empresas em fase de arranque com recursos mínimos de marketing.
  3. Conteúdos que geram interacções: O CGU tem uma maior probabilidade de gerar interação com o utilizador do que o conteúdo de marca. É mais provável que os utilizadores se envolvam com uma marca ou produto quando observam outros utilizadores a fazê-lo. Isto pode aumentar o interesse e promover a comunidade em torno da empresa ou do produto. Isto pode aumentar o interesse e promover a comunidade em torno da empresa ou do produto.
  4. Torna o conteúdo divertido e diversificado: O UGC pode oferecer uma grande variedade de conteúdos que as marcas não podem produzir de forma independente. Isto pode incluir imagens, vídeos e outros tipos de conteúdo que oferecem pontos de vista distintos sobre a empresa ou o artigo. O UGC também pode contribuir para a criação de novos conceitos para material de marca, o que beneficiará as iniciativas de marketing.
  5. Melhores classificações nos motores de busca: O CGU também pode ajudar a otimização dos motores de busca (SEO) de uma marca ou produto. Os utilizadores podem aumentar o número de backlinks para o sítio Web de uma empresa e, assim, impulsionar os seus resultados nos motores de busca, criando e partilhando conteúdos em linha. Isto pode aumentar a exposição do sítio Web e atrair mais visitantes, aumentando as conversões e as vendas.
UGC example in a form of a review from Amazon

A recolha e publicação de CGU significa geralmente ter muitos conteúdos autênticos e relacionáveis no seu sítio Web ou perfis de redes sociais. Isto resulta num maior envolvimento dos clientes e num conteúdo mais original em diferentes formatos de meios de comunicação que impulsionam a SEO.

Publicações nas redes sociais como CGU e os seus preconceitos

O escritor/postador só apresenta um ponto de vista nas publicações das redes sociais, pelo que a maioria é tendenciosa. O escritor é normalmente afetado pela sua própria perspetiva e experiências, sem ter em conta outras perspectivas. Isto pode resultar em publicações que não são objectivas ou completas.

Além disso, os utilizadores das redes sociais podem ser motivados por factores externos, como gostos, comentários ou partilhas, quando elaboram uma publicação, o que os leva a adaptar o seu conteúdo para obter mais visualizações e envolvimento. Por conseguinte, é importante que os leitores tenham em conta os potenciais preconceitos presentes nas publicações das redes sociais antes de as tomarem pelo seu valor nominal.

Acerca dos conteúdos gerados por IA (AIGC)

Os conteúdos gerados por IA (AIGC) referem-se a qualquer forma de conteúdo digital que seja criado, composto ou produzido utilizando algoritmos e tecnologias de inteligência artificial. Este tipo de conteúdo pode incluir texto, imagens, vídeos, áudio ou qualquer outro formato multimédia. Os conteúdos gerados por IA são normalmente criados através de modelos de aprendizagem automática, como o processamento de linguagem natural (PNL) e as redes adversariais generativas (GAN), que são treinadas para imitar padrões de linguagem, estilos e criatividade semelhantes aos humanos.

O que são conteúdos gerados por IA?

Os conteúdos alimentados por IA podem ser produzidos de várias formas, por exemplo, gerando texto ou gráficos originais utilizando modelos generativos ou analisando e reformatando informações existentes utilizando algoritmos de PNL. Notícias, descrições de produtos, mensagens nas redes sociais e até romances completos são alguns dos tipos de conteúdos gerados por IA.

Vantagens dos conteúdos gerados por IA

Eis as principais vantagens da utilização de conteúdos gerados por IA no seu sítio Web:

  1. Poupa muito tempo: O facto de os conteúdos alimentados por IA pouparem energia e tempo é uma das suas vantagens mais importantes. Em vez das horas ou dias que um ser humano normalmente demoraria a produzir conteúdos, as empresas podem agora produzi-los numa questão de minutos. Isto liberta os profissionais de marketing e os redactores para se concentrarem noutras tarefas e responsabilidades, em vez de passarem inúmeras horas a produzir textos.
  2. É rentável: A acessibilidade económica do material gerado por IA é outra vantagem. Para criar conteúdos de qualidade, já não é necessário pagar a redactores, editores ou revisores. Com algumas ferramentas, pode até conseguir isto com um plano gratuito. O seu sítio Web terá uma fonte fiável de conteúdo original e interessante depois de ter feito o investimento necessário em software. Este conteúdo pode manter o seu público interessado.
  3. Crie facilmente conteúdos personalizados: O conteúdo produzido pela IA pode ser personalizado para se tornar mais pertinente para cada utilizador. Para fornecer informações mais individualizadas, esta tecnologia pode considerar coisas como o histórico do browser de uma pessoa, as pesquisas no motor de busca e os sites que visita.
  4. Criar conteúdo consistente: Os algoritmos de IA podem garantir que as informações publicadas no seu sítio Web são consistentes em termos de voz, significado e forma, o que optimiza a experiência do utilizador e ajuda a criar uma forte identidade de marca.
  5. Sem preconceitos: Nos conteúdos gerados por humanos, os preconceitos podem aparecer de várias formas. Por exemplo, uma avaliação tendenciosa de um produto pode resultar no facto de alguém que escreve sobre um produto específico apenas discutir os seus aspectos positivos e deixar de fora quaisquer potenciais aspectos negativos.

Eis algumas das ferramentas mais populares que o podem ajudar a criar vários tipos de conteúdos:

ChatGPT da OpenAI

ChatGPT da OpenAI é um dos modelos linguísticos de IA mais avançados disponíveis e pode gerar texto semelhante ao humano em vários estilos e formatos, desde artigos e publicações em blogues a respostas de chatbots e descrições de produtos.

Articoolo

Articoolo pode criar artigos únicos sobre qualquer tema em apenas alguns minutos, com base numa breve introdução do utilizador.

Ferreiro

Ferreiro foi concebido para ser utilizado por profissionais de marketing e analistas de dados, o Wordsmith pode gerar automaticamente relatórios escritos e resumos com base em conjuntos de dados complexos e outras fontes de entrada.

Transformers do Hugging Face

Transformers do Hugging Face é semelhante ao GPT-3, o Transformers é um modelo de linguagem de IA que pode gerar texto em vários estilos e formatos e efetuar outras tarefas de PNL, como a tradução e a análise de sentimentos.

Zyro AI Writer

Zyro AI Writer foi especificamente concebido para empresas de comércio eletrónico, o Zyro AI Writer pode gerar descrições de produtos e outros textos de marketing com base em palavras-chave e outros dados introduzidos pelo utilizador, ajudando a poupar tempo e a melhorar a SEO.

Construtores de sítios Web com IA

Os construtores de sítios Web alimentados por IA estão a transformar a forma como criamos e gerimos sítios Web. Estes construtores podem ajudar a criar um Sítio Web gerado por IA em minutos, completo com elementos de design, uma loja online, um criador de logótipos e até funcionalidades de marketing por correio eletrónico.

Ao utilizar conteúdo gerado por IA, estes criadores de sítios Web simplificam o processo de configuração e garantem que os utilizadores têm uma experiência de conteúdo consistente e de alta qualidade no seu novo sítio Web.

Wix ADI: um construtor de sítios Web com IA abrangente

Wix ADI é um gerador de sites concebido para ajudar os utilizadores a criar sites totalmente funcionais e personalizados com o mínimo de esforço. Ao aproveitar o poder da IA, o Wix ADI automatiza o processo de criação de sites, resultando numa presença online única e profissional para empresas e indivíduos.

O construtor de IA do Wix utiliza uma combinação de algoritmos de IA e de dados do utilizador para criar um sítio Web personalizado, compatível com dispositivos móveis e adaptado às preferências e requisitos do utilizador. O processo começa com a resposta do utilizador a algumas perguntas simples sobre o seu negócio ou a finalidade do site. Em seguida, o Wix ADI analisa as informações fornecidas, incluindo os esquemas de cores, e gera um design Web personalizado com conteúdos, imagens e elementos de design relevantes.

Além do Wix ADI, existem vários outros construtores de sites com IA que oferecem recursos e benefícios exclusivos. Aqui está uma lista de alguns construtores de sites com IA dignos de nota:

Marcador

O Bookmark é um construtor de sítios Web com tecnologia de IA que utiliza o seu algoritmo de IA proprietário, o Aida, para criar sítios Web personalizados em minutos. O Aida reúne as preferências do utilizador e gera um site personalizado com conteúdo e elementos de design relevantes.

A grelha

The Grid é um construtor de sítios Web orientado por IA que utiliza inteligência artificial para criar sítios Web visualmente apelativos e com capacidade de resposta. Os utilizadores fornecem conteúdos e o algoritmo de IA do The Grid gera automaticamente a disposição e os elementos de design, optimizando a experiência e o envolvimento do utilizador.

Gota de ar

O Firedrop é um construtor de sítios Web baseado em IA com um assistente de design de IA, Sacha. Os utilizadores podem interagir com o Sacha através do chat para criar e personalizar os seus sítios Web. O Sacha ajuda nas tarefas de design, layout e geração de conteúdo, tornando o processo de criação de sites mais intuitivo e fácil de usar.

Jimdo Dolphin

Jimdo Dolphin é um construtor de sites alimentado por IA que simplifica o processo de criação de sites, utilizando algoritmos de IA para gerar designs de sites personalizados com base nas preferências do utilizador. Os utilizadores podem criar um site com conteúdo personalizado e elementos de design em apenas alguns minutos.

Desafios com o UGC e o AIGC

Agora que já vimos as vantagens do UGC e do AIGC, vejamos os desafios que pode enfrentar ao escolher cada abordagem.

Desafios dos conteúdos gerados pelos utilizadores

Eis alguns dos desafios a considerar quando se trata de UGC:

  • O conteúdo nem sempre tem a melhor qualidade: Como os utilizadores criam todo o conteúdo, nem sempre é possível ter a certeza de que é de alta qualidade. Poderá ter de despender muito tempo para garantir que cumprem as suas directrizes e imagem de marca.
  • Questões jurídicas e éticas: As empresas devem garantir que o UGC cumpre todas as leis e princípios aplicáveis. Isto abrange problemas como a violação de direitos de autor, plágio e questões de privacidade. As implicações éticas e legais do UGC devem ser claramente compreendidas pelas marcas, que devem então estabelecer regras e procedimentos para lidar com elas.
  • Sentimento negativo: Os comentários e feedback desfavoráveis dos utilizadores sobre o UGC são outra possibilidade. As marcas devem estar preparadas para lidar com comentários desfavoráveis e responder-lhes de forma respeitosa e útil. As marcas devem estar preparadas para responder a queixas e preocupações de forma aberta e transparente e ter uma estratégia para lidar com feedback e comentários negativos.
  • Confiança e reputação: As empresas devem garantir que o CGU que utilizam é genuíno e fiável e que os utilizadores também pensam assim. Além disso, as marcas devem ser abertas e honestas quanto à utilização de CGU e reconhecer e dar crédito aos criadores de conteúdos.
  • Compatibilidade com a estratégia global: Para tirar realmente partido do CGU, as marcas têm de o incluir com êxito no seu plano de marketing. É necessário decidir como o UGC será recolhido, filtrado e publicado e como será incorporado noutros canais de marketing e mensagens.

Desafios dos conteúdos gerados por IA

  • Criatividade: A utilização de um criador ou gerador de IA continua a carecer de criatividade e de um toque humano. Não se pode confiar apenas nela - é preciso passar algum tempo a rever o conteúdo e a acrescentar-lhe contexto emocional e humano. Produzir grandes quantidades de conteúdo sem o toque humano não o levará longe.
  • Coerência: É importante notar que a qualidade do conteúdo gerado por IA pode nem sempre corresponder à do material gerado por humanos. Poderá ser necessária uma edição e revisão exaustivas para garantir que se enquadra na mensagem e no tom da marca.
  • Nem sempre é exato: Se os dados em que se baseia o material gerado pela IA forem incompletos ou preconceituosos, podem ser tendenciosos ou errados. Se não forem cuidadosamente treinados e testados, os modelos de IA também podem encorajar preconceitos e promover ativamente preconceitos. As marcas devem estar conscientes da possibilidade de problemas de preconceito e exatidão e criar planos para os resolver.
  • Quase plágio? Os conteúdos gerados pela IA podem dar origem a questões morais e jurídicas, nomeadamente em matéria de propriedade intelectual e de direitos de autor. As empresas devem garantir que os conteúdos gerados por IA cumprem todos os requisitos legais e éticos e que os criadores do material são devidamente reconhecidos e creditados.

Comparação entre conteúdos gerados pelo utilizador e conteúdos gerados por IA

Ao comparar o conteúdo gerado pelo utilizador e o conteúdo gerado por IA, é importante considerar os vários factores que os diferenciam. Estes factores incluem a autenticidade, a qualidade do conteúdo, a eficiência em termos de tempo e de custos, a otimização de SEO e de palavras-chave e a criatividade e personalização. A tabela seguinte apresenta uma comparação entre os conteúdos gerados pelo utilizador e os gerados por IA com base nestes factores:

Comparison table of UGC v.s AI generated content

Exemplos de conteúdos que a IA não consegue produzir

Também é preciso saber que a IA não pode gerar todos os tipos de conteúdo. Eis alguns exemplos de conteúdos que a IA não consegue gerar:

Experiências pessoais

Isto inclui conteúdos como uma publicação de blogue que fala sobre o percurso de um criador no Instagram.

Se quisesse criar uma publicação intitulada "A minha viagem com os carrosséis do Instagram: como aumentei o envolvimento na minha conta empresarial Recomendações sobre quando utilizar cada abordagem", a IA não seria capaz de o fazer.

Eis um exemplo semelhante:

UGC example of personal experience blog post

Estudos de caso e histórias de sucesso de clientes

Os estudos de caso recolhidos normalmente a partir de entrevistas com clientes reais não podem ser construídos por uma IA.

As perguntas que pode fazer são da perspetiva da sua empresa, e os resultados e experiências partilhados por esse cliente específico são exclusivamente seus.

Eis um exemplo de uma história de sucesso de um cliente que não pode ser produzida por uma IA:

success story as UGC example

Narração criativa

Se quisermos contar uma história, a IA não será capaz de a escrever tão bem como um humano.

Simplesmente não consegue acrescentar emoções e reviravoltas interessantes. Pelo menos, ainda não. Ter vulnerabilidade na narração de histórias é uma capacidade exclusivamente humana e um ponto de diferenciação a descobrir, quer sejam humanos ou IA a escrever um texto.

Eis um exemplo:

UGC example that has storytelling

Investigação original

Embora a IA possa recolher dados que estão disponíveis na Internet, se estiver a realizar uma investigação, terá de recolher dados originais e elaborar o relatório.

Por exemplo, para o Relatório de avaliação, tínhamos de extrair dados do nosso sistema, mas não sabíamos bem como os analisar. Por isso, acabámos por perguntar a um conjunto de clientes que podem confirmar algumas das nossas conclusões.

UGC example

Quando utilizar conteúdos UGC ou de IA

Explorámos ambos os lados do UGC e dos conteúdos gerados por IA.

Agora, vamos ver qual é a melhor altura para utilizar estes dois tipos de conteúdo.

A vantagem de conteúdos gerados pelos utilizadores (UGC) é o facto de ser produzido por seres humanos reais, que podem ter pontos de vista e conhecimentos distintos que os conteúdos gerados por IA não teriam.

Uma vez que o UGC é naturalmente mais real, os leitores podem considerá-lo mais interessante. O UGC também pode ser rápida e prontamente reutilizado numa variedade de canais.

Por isso, deve utilizar o CGU quando:

  • Quer mostrar provas sociais
  • Precisa de conteúdos autênticos e originais
  • Pretende aumentar a participação dos utilizadores
  • Quer mostrar lealdade à marca

Por outro lado, uma vez que não está condicionado por limitações de tempo ou de recursos, o conteúdo gerado pela IA proporciona frequentemente maior precisão e escalabilidade do que o UGC. Também elimina qualquer potencial parcialidade das contribuições humanas, porque os algoritmos de IA são feitos para serem justos na tomada de decisões.

Utilizar conteúdos de IA quando:

  • Necessita de grandes quantidades de conteúdo
  • Pretende escalar o seu conteúdo
  • Dispõe de recursos para dar um toque humano
  • Tem um bloqueio de escritor

Encontrar o equilíbrio certo: Combinar conteúdos gerados pelo utilizador e gerados por IA

Para maximizar os benefícios dos conteúdos gerados pelo utilizador e gerados por IA, é essencial encontrar o equilíbrio certo entre os dois. A combinação destes tipos de conteúdo pode criar uma experiência de utilizador dinâmica e cativante, ao mesmo tempo que impulsiona a SEO e o tráfego do sítio Web. Eis algumas dicas e exemplos sobre como integrar eficazmente conteúdos gerados pelo utilizador e gerados por IA na sua estratégia de conteúdos:

Tirar partido de conteúdos gerados por IA para investigação e ideação

Os conteúdos gerados por IA podem ser uma ferramenta poderosa para a pesquisa e ideação de conteúdos, ajudando-o a identificar tópicos de tendências, palavras-chave e lacunas de conteúdos. Ao utilizar ferramentas baseadas em IA para recolher informações, pode criar conteúdo gerado pelo utilizador que seja relevante e optimizado para SEO.

Eis um exemplo:

Utilize um gerador de conteúdos de IA para identificar palavras-chave e frases populares no seu sector. Em seguida, crie uma publicação de blogue ou um artigo que aborde esses tópicos, incorporando conteúdo gerado pelo utilizador, como testemunhos, estudos de caso ou opiniões de especialistas.

Exemplo

Melhorar os conteúdos gerados pelo utilizador com elementos gerados por IA

Os conteúdos gerados por IA podem ser utilizados para complementar os conteúdos gerados pelos utilizadores, fornecendo contexto, informações ou pontos de dados adicionais. Isto pode ajudar a melhorar a qualidade geral e a profundidade do seu conteúdo, assegurando ao mesmo tempo que este se mantém optimizado em termos de SEO.

Escreva um artigo gerado pelo utilizador sobre as melhores práticas de marketing por correio eletrónico e utilize um gerador de conteúdos de IA para fornecer estatísticas relevantes, referências do sector ou exemplos de campanhas bem sucedidas.

Exemplo

Fazer a curadoria de conteúdos gerados pelos utilizadores utilizando ferramentas alimentadas por IA

As ferramentas de curadoria de conteúdos alimentadas por IA podem ajudá-lo a identificar conteúdos de alta qualidade gerados pelos utilizadores a partir de várias fontes, como as redes sociais, fóruns ou críticas. Ao fazer a curadoria e apresentar os melhores conteúdos gerados pelos utilizadores, pode criar uma sensação de autenticidade e confiança entre o seu público.

Utilize uma ferramenta de escuta social alimentada por IA para encontrar e selecionar conteúdos gerados pelo utilizador, como críticas de clientes ou publicações nas redes sociais, que realcem as vantagens do seu produto ou serviço. Em seguida, crie uma publicação no blogue ou uma página Web que apresente estes testemunhos.

Exemplo

Otimizar os conteúdos gerados pelos utilizadores com ferramentas de SEO baseadas em IA

As ferramentas de SEO baseadas em IA podem ajudá-lo a analisar e otimizar o seu conteúdo gerado pelo utilizador para o desempenho dos motores de busca. Ao utilizar estas ferramentas para identificar áreas de melhoria, pode garantir que o seu conteúdo tem uma classificação mais elevada nos resultados de pesquisa e chega a um público mais vasto.

Utilize uma ferramenta de análise de SEO com IA para identificar oportunidades de otimização de palavras-chave ou de reestruturação de conteúdos nos seus artigos gerados pelos utilizadores. Em seguida, actualize o conteúdo em conformidade para melhorar o seu desempenho nos motores de busca.

Exemplo

Utilizar os conteúdos gerados pela IA como ponto de partida para os conteúdos gerados pelos utilizadores

O conteúdo gerado por IA pode servir de base para o conteúdo gerado pelo utilizador, fornecendo uma estrutura básica ou um esboço que pode ser expandido com ideias, experiências ou opiniões pessoais. Isto pode ajudar a poupar tempo e esforço, mantendo ao mesmo tempo um toque humano no seu conteúdo.

Crie um esboço criado por IA para uma publicação de blogue sobre as últimas tendências do sector e, em seguida, utilize esse esboço como ponto de partida para um artigo gerado pelo utilizador que incorpore a sua perspetiva e conhecimentos exclusivos.

Exemplo

Encontrar o equilíbrio certo entre o conteúdo gerado pelo utilizador e o conteúdo gerado por IA pode criar uma estratégia de conteúdo diversificada, envolvente e optimizada para SEO que apela ao seu público-alvo e impulsiona o tráfego do website.

O futuro dos conteúdos gerados por IA

Os rápidos avanços nas tecnologias de inteligência artificial estão a transformar a forma como criamos e consumimos conteúdos. À medida que os conteúdos gerados por IA continuam a evoluir, podemos esperar ver várias mudanças e inovações significativas nos próximos anos. Eis algumas previsões para o futuro dos conteúdos gerados por IA, juntamente com exemplos de cada um deles:

Maior personalização

Espera-se que os conteúdos gerados por IA se tornem mais personalizados e adaptados às preferências individuais, à medida que os algoritmos de aprendizagem automática se tornam mais sofisticados na compreensão do comportamento e dos interesses dos utilizadores.

Os artigos noticiosos gerados por IA podem ser adaptados aos interesses específicos e aos hábitos de leitura de cada leitor, garantindo que só recebem conteúdos relevantes e interessantes para eles.

Melhoria da qualidade dos conteúdos

medida que os algoritmos de IA continuam a melhorar e a aprender com os padrões e estilos da linguagem humana, é provável que a qualidade dos conteúdos gerados por IA se torne indistinguível da dos conteúdos gerados por humanos.

As publicações e os artigos de blogues gerados por IA podem atingir um nível de qualidade e coerência que torna quase impossível para os leitores distinguir entre conteúdos escritos por humanos e conteúdos gerados por IA.

Exemplo

Expansão para novos formatos de conteúdos

Os conteúdos gerados por IA não se limitarão apenas ao texto; abrangerão cada vez mais outros formatos, como imagens, vídeos e áudio.

As ferramentas alimentadas por IA podem gerar conteúdos de vídeo personalizados com base nas preferências do utilizador, incluindo anúncios de vídeo personalizados, vídeos educativos ou conteúdos de entretenimento.

Exemplo

Criação de conteúdos em colaboração

As ferramentas de conteúdos gerados por IA serão cada vez mais utilizadas para ajudar e melhorar a criatividade humana, em vez de a substituir totalmente. Esta colaboração entre humanos e IA conduzirá a conteúdos mais inovadores e cativantes.

Os escritores e editores podem utilizar conteúdos gerados por IA para ajudar a debater ideias, criar esboços ou dar sugestões para melhorar a estrutura e o fluxo dos seus conteúdos.

Previsão

Considerações éticas e regulamentação de conteúdos

medida que os conteúdos gerados por IA se tornam mais prevalecentes, poderá ser necessário desenvolver novas considerações éticas e quadros regulamentares para abordar questões como a autenticidade dos conteúdos, a privacidade e o potencial de desinformação gerada por IA.

Os governos e as organizações do sector podem estabelecer orientações e melhores práticas para a utilização ética de conteúdos gerados por IA, de modo a garantir a transparência, a responsabilização e a criação responsável de conteúdos.

Previsão

À medida que as tecnologias de inteligência artificial continuam a avançar e a amadurecer, podemos esperar que os conteúdos gerados por IA evoluam de várias formas. Eis algumas previsões adicionais para o futuro dos conteúdos gerados por IA:

Geração de conteúdos multilingues

À medida que os algoritmos de IA melhoram as suas capacidades linguísticas, tornar-se-ão mais aptos a gerar conteúdos em várias línguas, permitindo que as empresas e os criadores de conteúdos atinjam públicos diversos e globais de forma mais eficaz.

Uma ferramenta de conteúdo gerada por IA pode traduzir automaticamente uma publicação de blogue para várias línguas, garantindo que o conteúdo é acessível a leitores de diferentes origens linguísticas sem sacrificar a qualidade ou a exatidão.

Exemplo

Análise de emoções e sentimentos

As futuras ferramentas de conteúdos gerados por IA poderão ser capazes de compreender e incorporar as emoções e os sentimentos humanos de forma mais eficaz, permitindo a criação de conteúdos mais cativantes e emocionalmente ressonantes.

Os geradores de conteúdos alimentados por IA poderiam criar materiais de marketing emocionalmente adaptados que ressoassem com públicos-alvo específicos, ajustando o tom e a linguagem para evocar as emoções e respostas desejadas.

Exemplo

Síntese de voz e áudio gerado por IA

Os conteúdos gerados pela IA não se limitarão ao texto escrito. Os avanços na tecnologia de síntese vocal permitirão à IA gerar vozes realistas, semelhantes às humanas, para aplicações como audiolivros, podcasts e assistentes virtuais.

As vozes geradas por IA podem narrar audiolivros em vários estilos, sotaques ou vozes de personagens, proporcionando uma experiência de audição mais envolvente e cativante para o público.

Exemplo

Geração de conteúdos adaptáveis e em tempo real

Exemplo

Integração com a realidade virtual e aumentada

À medida que as tecnologias de realidade virtual e aumentada continuam a ganhar força, os conteúdos gerados por IA podem desempenhar um papel significativo na criação de experiências imersivas e interactivas nestes ambientes virtuais.

As ferramentas de conteúdo geradas por IA podem criar narrativas personalizadas e contextualmente relevantes para jogos ou simulações de realidade virtual, adaptando o enredo e as interacções das personagens com base nas escolhas e acções do utilizador.

Exemplo

Conclusão

O CGU é sobretudo partilhado nas redes sociais. Isto aumenta a probabilidade de os utilizadores se envolverem com ele, o que aumenta o conhecimento da marca, o alcance e, eventualmente, as vendas.

Uma vez que os conteúdos gerados por IA carecem de um elemento humano, poderão ser menos bem sucedidos no envolvimento emocional de potenciais compradores.

Por outro lado, os conteúdos gerados por IA podem ser úteis para produzir rapidamente grandes volumes de material direcionado para públicos específicos.

Incorporar automaticamente conteúdos gerados pelo utilizador no seu sítio Web. Iniciar um teste gratuito hoje >

UGC Platform EmbedSocial Bundle

Recolher provas sociais e conteúdos gerados pelos utilizadores com a plataforma #1 UGC

Tentar EmbedSocial e recolher, monitorizar e apresentar automaticamente CGU em qualquer sítio Web.

Todas as funcionalidades PRO | Cancelar a qualquer altura.

Perguntas frequentes sobre IA e UGC

Como é que apanho os conteúdos gerados por IA?

Como é que pode verificar a autenticidade do seu artigo? Bem, a deteção de conteúdos gerados por IA pode ser complicada à medida que os modelos de IA avançam. No entanto, aqui estão alguns aspectos a ter em conta:

- Inconsistências na linguagem, sintaxe ou contexto que podem não parecer humanas.
- Frases repetitivas e frases que soam de forma não natural.
- Tom e estilo que não contêm elementos emocionais.
- Um autor que não tem antecedentes visíveis ou relevantes.

O Google penaliza a escrita com IA?

O Google dá prioridade ao conteúdo de maior qualidade e não penaliza o conteúdo de IA, desde que este forneça valor e informações relevantes.

Em que é que os artigos escritos por IA diferem dos artigos escritos por humanos?

Os artigos escritos por IA podem diferir dos artigos escritos por humanos por não terem profundidade emocional, criatividade e perspectivas únicas. Embora possam ser produzidos rapidamente e sejam frequentemente orientados para os dados, podem ter dificuldades com o contexto, a compreensão das nuances ou a manutenção de um tom consistente.

Qual é o melhor gerador de conteúdos de IA disponível?

O melhor gerador de conteúdos de IA depende das suas necessidades e requisitos específicos. Algumas opções populares incluem o GPT-3 da OpenAI, o Copysmith e o Jasper. Ao selecionar um gerador de conteúdos de IA, considere factores como a qualidade dos conteúdos, a facilidade de utilização, as opções de personalização e o preço.

O gerador de conteúdo de IA ideal varia com base nas necessidades individuais, mas as opções populares incluem o GPT-3 da OpenAI, o Copysmith e o Jasper, sendo que factores como a qualidade do conteúdo, a facilidade de utilização e as opções de personalização são considerações importantes. Por vezes, utilizamos o Jasper para inspiração e resumo de conteúdos.

Os conteúdos gerados por IA são benéficos para a otimização dos motores de busca (SEO)?

O conteúdo gerado por IA pode melhorar a SEO quando utilizado estrategicamente juntamente com o conteúdo gerado por humanos, uma vez que as ferramentas de IA podem produzir rapidamente materiais ricos em palavras-chave, mas manter a qualidade e a relevância do conteúdo é essencial para evitar penalizações dos motores de busca.


Diretor Executivo da EmbedSocial 

Nikola Bojkov é o CEO da EmbedSocial, um empreendedor que transforma problemas em produtos. Com mais de uma década de experiência prática com APIs de redes sociais, orienta a EmbedSocial no seu papel de parceiro técnico tanto para PMEs como para grandes agências, maximizando o impacto dos seus conteúdos gerados pelos utilizadores. A EmbedSocial tem escritórios em Skopje, Tóquio e Lisboa e conta com mais de 250.000 utilizadores.